Instrutores PRTC

Durante o treino, terá a oportunidade de trabalhar com alguns dos melhores instrutores TOP Flight Race de todos os tempos.
Vários são Pilotos e Instrutores de Corridas Aéreas no NATIONAL CHAMPIONSHIP AIR RACES - RENO USA, e os outros reconhecidos instrutores internacionais de acrobacia.
Estes pilotos fazem ainda parte do Comité de Treino e terão a responsabilidade de escolher os novos pilotos.
O trabalho que desenvolverão consiste em avaliar cada um dos pilotos numa primeira fase e,numa segunda fase, com treino intensivo, caso o piloto passe na avaliação final, torná-lo um piloto melhor e mais seguro para as Race Series.
Caso queira mais informações sobre as pessoas a que nos referimos, por favor, veja os curricula a seguir:

 


Rick é piloto profissional há 42 anos, possuindo mais de 30,000 horas de voo obtidas em mais de 100 aeronaves diferentes.

Começou a sua carreira como piloto na Força Aérea Americana aos comandos de um F-4 Phantom, tendo-se reformado da “Nevada Air National Guard” em 1996 com mais de 4.000 horas de voo no F-4. Em simultâneo efetuou cerca de 1,000 horas de voo em vários caças russos, como o MIG 15, MIG 17 e MIG 21. Durante sua carreira, também pilotou muitas outras aeronaves clássicas, como o F-5, F-86, Hawker Hunter, T-37, T-38, L-39, L-29, Iskra TS11, Fouga Magister, Casa Seata, Tucano, etc.

Atualmente, Rick trabalha na American Airlines como Comandante de Airbus A320, tendo também sido qualificado em muitas outras aeronaves, tais como o Westwind, AC1121, Citation, jet Epic, BAe 146, Fokker 100, DC-9, MD80, B727, B737, etc.

Como piloto de corrida nas míticas corridas aéreas de Reno, Rick foi campeão nacional em 2011 e 2012 na Classe de Jatos, tendo sido vice-campeão em 2013 e 2014. Em 2003 foi vice-campeão na Classe Sport. Atualmente é o Chairman do “Board for the Sport Class Air Racing Association” e o Presidente da “Racing Jets Incorporated”. Antes disso também desempenhou funções como “Air Boss” e Diretor de Operações.

Ao longo da sua carreira estabeleceu 7 recordes mundiais de velocidade reconhecidas pela FAI, em aeronaves como o F-4, MIG 15 e Glasair 3.

Atualmente desempenha funções de Diretor de Operações do ARC – Air Race Championship, sendo igualmente um dos “Pace Pilots”, Instrutor de voo de Formação e corrida aérea para a ARC - Air Racing Championship.


Natural do Sul da Inglaterra, John Taylor é piloto profissional há mais de 30 anos, tendo dedicado praticamente toda a sua vida ao mundo das exibições aéreas. Para além de gerir o seu próprio team, também trabalha e colabora com vários outros teams, tanto na europa como no resto do mundo.

A sua especialidade é o voo acrobático, tendo ao longo dos últimos 30 anos, sido reconhecido como uma das mais importantes personalidades do mundo aeronáutico, tendo ganho inúmeros troféus relacionados com a instrução do voo acrobático. Atualmente dedica-se a dar formação e assessoria a inúmeros clientes na Europa, tendo recentemente se deslocado a destinos mais longínquos, tais como Indochina, Estados Unidos e América do Sul.

Beneficiando da sua vasta experiência de voo, John é Instrutor de Voo, Avaliador de Competência Acrobática e Exibições Aéreas, bem como Consultor e Diretor de Segurança no âmbito da aviação geral.

Ao longo de sua carreira aeronáutica, o seu principal objetivo sempre foi a excelência e o “airmanship”. Fez também parte da organização das primeiras corridas de aviões na Europa, tendo também participado como piloto. O seu melhor resultado foi o primeiro lugar no Grande Prémio de Pau, em França, em meados dos anos 70.

John está particularmente entusiasmado com esta nova classe de corridas aéreas, antevendo um futuro muito promissor e uma excelente oportunidade para todos aqueles que pretenderem fazer parte de um desporto extremamente excitante e original que é o ARC - Air Race Championship.


 

Mike Steiger é de Houston, no Texas e é oriundo de uma família de aviadores, em virtude dos seus pais terem sido ambos pilotos. Assim, desde muito jovem que ele começou a voar. Os seus primeiros voos solo aconteceram quando ele tinha apenas tinha 16 anos de idade, e já nessa altura voava em várias aeronaves diferentes. Esse seu caminho nunca mais terminou e, hoje, passados mais de 40 anos, pode orgulhar-se de afirmar que já voou (e continua a voar) tudo aquilo que tem asas e que o comum dos mortais possa imaginar que consiga voar. Cumulativamente também possui a licença de mecânico de aeronaves e exerce a função de inspetor de manutenção.

Mike estudou no “Parks College” da “St Louis University” entre 1983-1986 e foi considerado o “top pilot” na “University's NIFA Flight Team” entre 1985-86. Ele também voou na patrulha de demonstração aérea da sua Universidade. Depois da sua graduação, desempenhou funções como instrutor de acrobacia aérea e competiu inúmeras vezes entre 1985-1988, tendo ficado no top 3 em mais de 20 competições diferentes.

Em 1988, foi admitido na USAF e na “Puerto Rico ANG” como piloto. Voou A-7D Corsair e F-16 Fighting Falcon, tendo também desempenhado funções como “Weapons Officer”. Efetuou mais de 1,500 horas de voo no F-16 entre 1988-1998.

Enquanto permaneceu na USAF/ANG também voou e deu instrução na companhia aérea American Eagle aos comandos de um Short 360, tendo sido também piloto examinador (TRE) até 1997. De seguida foi admitido na companhia aérea Delta Airlines, tendo voado até hoje o Boeing 727, MD-88, B757, B676 e atualmente o Boeing 747.

Desde 2005 que o Mike faz parte da “Commemorative Air Force” (CAF) em Houston, onde se reparam e se reconstroem aeronaves da 2ª Guerra Mundial. Atualmente voa em Yak 52, Boeing Stearman PT-13/17, Fairchild PT-19, T-6 Harvard, T-34 Mentor, T-28 Trojan, Lockheed C-60 Lodester, B-17 Flying Fortress, e muitas outras aeronaves clássicas. Mike também é instrutor e examinador na CAF, ensinando e verificando os pilotos no voo de formação. Mike também participa em espetáculos aéreos, geralmente voando em antigas aeronaves militares.

Em 2008 juntou-se ao Ed Noel Racing Team (NART) como elemento da sua equipa na “Jet Class”. Em 2012 começou a participar, mas desta vez como piloto na “Jet Class”. Desde 2013 que o Mike também é piloto instrutor ensinando “rookie pilots” a correr na “Reno National Championship Air Races”.

Mike tem mais de 16,000 horas de voo em 130 tipos diferentes de aeronaves. Atualmente é instrutor e Pace Pilot no ARC – Air Race Championship. Na corrida inaugural de Cascais em 2014, participou com um Yak 52, tendo concluído a corrida no 5º lugar na “Vintage Class”.

 


 

O Fernando é natural de Aveiro, apesar de ter vivido grande parte da sua vida na bonita vila de Alenquer. Atualmente é o Diretor de Treino, Instrução e Seleção de pilotos para o ARC - Air Race Championship.

Foi admitido na Academia da Força Aérea tendo obtido as suas Asas de Piloto Aviador após frequentar o curso “Undergraduate Pilot Training” nos Estados Unidos da América. Durante a sua permanência na Força Aérea, foi piloto operacional em FIAT G-91 na Esquadra “Tiger” 301 e instrutor avançado e de combate em Alpha Jet na Esquadra 103 – EICPAC, a mais antiga esquadra de aviões a reação da Força Aérea. Ainda durante a sua permanência na Força Aérea fez parte da mítica patrulha acrobática “Asas de Portugal”, tendo voado nas posições número 3 e número 5.

Após ter deixado a Força Aérea, foi admitido na TAP Portugal como Oficial Piloto em Airbus A319/320/321 e A340. Em 2006 foi promovido a Comandante, função que desempenha atualmente. Cumulativamente também exerce as funções de piloto Examinador (TRE) e Instrutor (TRI) em Airbus A319/320/321.

Em paralelo com a sua carreira de piloto de linha aérea, também é piloto instrutor (FI) e piloto de acrobacia. No seu currículo consta mais de 150 exibições aéreas em inúmeras aeronaves, incluindo Yaks, Pitts Specials, Extras, Vans RV’s, etc. Atualmente faz parte da Patrulha Acrobática YAKSTARS formada por três Yak 52.

Possui mais de 15,000 horas de voo, sendo mais de 2,000 em voo acrobático e voo de formação acrobático a baixa altitude.

Em 2014 fez parte da primeira corrida de aviões alguma vez realizada em Portugal, tendo participado com um colorido Yak 52 e obtido um honroso terceiro lugar. A sua participação em 2016 irá ser feita com um avião muito especial – um Yak 52 totalmente dourado.